Decisão do TJ-BA mantém gratuidade de policiais em ônibus de Salvador

Redação VN

A desembargadora Maria da Purificação da Silva, 2ª Vice – presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, em decisão proferida nesta quarta-feira (22), deferiu parcialmente a medida cautelar pleiteada pela Procuradoria Geral do Estado, através do procurador do Estado Marcos Sampaio de Souza, concedendo efeito suspensivo à decisão do TJ-BA que extinguia a gratuidade dos policiais civis e militares nos ônibus de Salvador.

Em sua manifestação a desembargadora manteve a gratuidade do transporte coletivo aos policiais baianos quando em serviço, dispensando a obrigatoriedade do uso do fardamento e do número de dois policiais por ônibus.

Segundo o Procurador Geral do Estado, Paulo Moreno Carvalho, “o Tribunal de Justiça, através da Desembargadora Maria da Purificação, mais uma vez, demonstrou elevado espírito público e sensibilidade em face à questão da Segurança Pública em nosso Estado. O Governo continuará o seu esforço de fortalecer a atuação do sistema policial do Estado”, afirmou.

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s