Idosa morre três dias antes de realizar o sonho de receber diploma da faculdade

(Foto: Reprodução)

A idosa Marinha Novais, de 69 anos, esperou até que todos os filhos se formassem para fazer faculdade. Com seis filhos e 22 netos, a idosa veio de uma família humilde e tinha finalmente realizado o sonho de concluir o curso de Enfermagem, no final de junho deste ano. Ela já havia feito curso técnico e aguardava nomeação na Secretaria de Saúde.

Porém, a um mês da cerimônia de entrega do diploma, Marinha foi internada em um hospital para passar por uma cirurgia para colocar um marca-passo no coração. Ela não resistiu e morreu em 20 de julho, três dias antes da cerimônia de colação de grau.

Em entrevista ao G1, a professora de estágio supervisionado Alynne Vicentina, 24, contou que a idosa era uma das alunas mais dedicadas da turma.

“Perguntei a ela se ela pretendia exercer a profissão e ela disse que não, mas que era o sonho dela. Ela era uma aluna superdedicada. Todo mundo gostava dela, ela pegava as coisas facilmente e fechou o histórico só com notas altas acima de 9.”

Segundo a filha Adalgisa da Silva, 49, a mãe continuava checando o histórico escolar e ajustando os últimos detalhes para a colação mesmo internada no hospital. A idosa chegou a pedir que a irmã fosse a faculdade tirar as medidas da beca para ela, além de lembrar sempre a neta de buscar os convites da festa.

Família de Marinha homenageou a idosa durante a cerimônia de colação de grau
(Foto: Reprodução)

“No hospital ela falava o tempo todo da colação. Ela dizia que quando colocasse a mão no canudo com o diploma seria uma alegria, um sonho realizado. Ela esperou muito por isso, não desistiu nunca, ela estava o tempo inteiro interagindo com a turma para as providências da colação. Até preocupada com o cabelo branco ela ficou. O entusiasmo e a vontade de vestir uma beca eram muito grandes”, conta Adalgisa ao G1.

Realizada na última quinta-feira (23), a filha caçula da idosa a representou na cerimônia de colação de grau. Adriana Martins, de 40 anos, recebveu o diploma em nome da mãe. Ela, que também é enfermeira, teve a ideia de enterrar a mãe vestida de beca. A vestimenta foi confeccionada por um dos 14 irmãos de Marinha.

*Correio da Bahia

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s