Confira 7 profissões ideais para conciliar com filhos e família

Nesta quinta-feira (30), Ivete Sangalo falou sobre as dificuldades de conciliar a carreira com sua família. Segundo a cantora, ela chegou a rejeitar algumas propostas de trabalho por conta do filho: “depois que tive o Marcelo, recebi muitos convites para fazer shows na Ásia, mas quase não vou porque são longas distâncias. Nunca fiquei mais de três dias longe do meu filho”.

Ivete não é a única a ter que lidar com essa situação delicada. Muitas pessoas, depois de um dia cansativo, se lamentam por não ter tempo de ficar com os filhos. Essa é uma constante na vida de pais e mães que enfrentam longas horas de trabalho. Comumente as pessoas sentem que estão perdendo a rotina da prole, mas não querem ou não podem abrir mão do lado profissional também.

Antes de desistir completamente do emprego por não ter tempo com os filhos, avalie se um rearranjo da rotina e mais organização não seriam a solução. É importante relembrar que essa questão não deve ser colocada em pauta apenas pelas mães. A divisão de tarefas com os pais já é um bom caminho para que todos possam conciliar seus afazeres.

Se mesmo com toda a organização do mundo, você continua sem tempo para os filhos e ainda infeliz com a carreira, talvez tenha chegado o momento de repensar seu percurso profissional. Isto pode ser necessário em certas etapas da vida e, estar em um casamento com filhos é uma dessas etapas. Para quem está nessa fase ou pensa que estará em um futuro não muito distante, preparamos uma lista de profissões que combinam com uma jornada reduzida. Confira:

1. Freelancer
O freelancer é, na verdade, uma categoria que abriga muitas outras carreiras. O mote é trabalhar por conta própria e prestar serviço a terceiros. Por exemplo, um jornalista freelancer faz reportagens a um site, jornal ou revista, trabalha de casa ou do seu escritório e não precisa bater ponto na empresa. Assim, o horário é construído por ele mesmo, tendo apenas que cumprir o prazo de entrega do trabalho.

2. Fotógrafo
Um fotógrafo consegue conciliar a agenda de sessão com tempo para os filhos. A maioria desses trabalhadores atua como freelancer, prestando serviço para produtoras ou agências jornalísticas, ou são empresários em nome individual que fotografam casamentos, partos, recém nascidos, desfiles de moda, etc. Tudo vai depende da carteira de clientes que tiver e de como vai geri-la.

3. Tradutor
Os tradutores também são daqueles que não precisam bater ponto na empresa. Possuem um tipo de trabalho que pode ser realizado remotamente e produzem consoante à demanda. A maioria destes profissionais trabalha em esquema home office. Mas não vale trabalhar de casa, continuar sem tempo para os filhos e, de quebra, não conseguir cumprir os prazos. Organização é fundamental.

4. Webdesigner
Carreiras ligadas à web no geral são menos rígidas no que diz respeito a um local e horário fixos de trabalho. Até porque, na maioria das vezes, o trabalhador só precisa de um bom computador com internet de qualidade. O webdesigner que quer ter mais tempo com os filhos pode atuar como freelancer ou ter uma pequena empresa de prestação de serviço.

5. Contador
Os contadores geralmente têm escritórios próprios e tratam das contas de vários clientes ao mesmo tempo, particulares e privados. Mesmo com todas essas responsabilidade, é possível ter mais tempo com os filhos, pois podem organizar a jornada de trabalho de acordo com as necessidades.

6. Programador
Uma outra profissão ligada a computadores e que combina com flexibilidade é a do programador. Dá tranquilamente para responder a emails de clientes, trabalhar em projetos Java e ir buscar as crianças na escola ao fim da tarde. Como o webdesigner, é possível tanto trabalhar por conta própria ou ainda juntar-se como outros profissionais da área e montar um pequeno negócio.

7. Fisioterapeuta
Por último, mas não menos importante, quem disse que os profissionais da área da saúde não podem ter tempo com os filhos? Ainda que muitas carreiras sejam extenuantes, como a dos médicos, os fisioterapeutas conseguem ter mais flexibilidade nesse sentido. Podem ter a própria clínica ou ainda atenderem os clientes em casa. Os que trabalham em hospitais estão sempre mais sujeitos a plantões e horários menos negociáveis.

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s