Investigações sobre a morte de Eliene devem ser concluídas esta semana

A Delegacia Especializada de Atenção à Mulher (DEAM) de Camaçari continua investigando o crime, que resultou na morte de Eliene Arruda Cunha, 34 anos. De acordo com a Delegada Florisbella já foram solicitadas as imagens das câmeras de segurança de um estabelecimento comercial que é próximo ao local onde ocorreu a agressão e o abuso sexual contra a vítima.
“As imagens já foram encaminhadas para a perícia e aguardamos ainda essa semana a identificação dos criminosos”, conta a delegada Florisbella.
Ainda, segundo informações, a delegada acredita que os criminosos esperavam Eliene na saída da festa, momento antes do crime. As investigações também buscam o que motivou a agressão.
O caso – De acordo com informações, Eliene Arruda Cunha, 34 anos participou de uma festa privada em um espaço de evento no Centro de Camaçari, na noite do dia 25 de julho. Ao sair da festa, a vítima caminhava pela Rua Francisco Drummond, sem perceber que estava sendo seguida. Ela foi surpreendida e levada para um terreno baldio e agredida por dois homens.
 Segundo relatos, Eliene foi encontrada nua, desacordada e com o rosto bastante machucado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado e a vítima encaminhada ao Hospital Geral de Camaçari. No dia 30 de julho, Eliene faleceu na unidade médica.

 

*Camaçari Notícias

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s