Aeroporto de Salvador é segundo pior do país, diz pesquisa

O fato de Salvador estar na lanterna da lista impacta na atração de novos visitantes e investimentos

O Aeroporto Internacional Deputado Luis Eduardo Magalhães, em Salvador, ficou em penúltimo lugar na avaliação dos passageiros entre os 15 terminais mais movimentados do país. É o que mostra uma pesquisa divulgada ontem pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC). Em obras há mais de dois anos, o aeroporto coleciona reclamações por parte dos usuários e representantes do trade turístico.

aer

O fato de Salvador estar na lanterna da lista impacta na atração de novos visitantes e investimentos, como afirma o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens da Bahia (Abav-BA), José Alves.

Segundo ele, a logística do aeroporto é fundamental para atrair mais voos e até transformar a cidade em um Hub – centro de distribuição de voos domésticos e internacionais. “As companhias preferem colocar voos onde há uma logística mais organizada”, diz, acrescentando que Salvador só terá condições de se tornar um Hub, por exemplo da Azul, caso seja privatizado.

Para o secretário municipal de Cultura e Turismo, Érico Mendonça, as condições críticas do terminal afetam não só o setor de turismo, mas também os negócios. “Se você chega e é mal atendido ou se depara com uma infraestrutura  ruim, isso gera uma imagem negativa do lugar”, afirma. Essa impressão também descarta a cidade como opção para novos investimentos.

“Afeta em todos os segmentos e na entrada e saída de cargas. Se o investidor precisa de um terminal com qualidade e, quando chega, não encontra, a cidade é descartada”. Para reverter esse quadro, ele diz que é preciso focar na modernização e na infraestrutura, sobretudo na criação da segunda pista do aeroporto.

Fatores
A nota atribuída para o terminal da capital baiana foi 3,66 em uma escala que vai de 1 a 5, sendo 1 a pior nota e 5 a melhor. Salvador ganhou apenas de  Cuiabá (MT), que teve nota 3,35. Entre os fatores com pior avaliação dos passageiros, a pesquisa aponta o custo do estacionamento – com nota 1,87 – como o indicador líder de insatisfação. O estacionamento no aeroporto é um dos mais caros do país – uma hora de permanência custa R$ 11. A qualidade da Sala VIP teve nota 2 e o valor dos produtos dos restaurantes 2,51.

As instalações do estacionamento de veículos teve nota 2,57 e o valor dos produtos nota 2,72. “O acesso e as acomodações são muito ruins. Os equipamentos estão velhos e os preços das lojas são caros”, critica o economista brasiliense Luís Gustavo Pereira, de 48 anos. Ele, que já veio à capital baiana algumas vezes, considera que o transporte para chegar ao local não é ideal. “Os ônibus passam de uma em uma hora e não tem metrô”, pontua.

Apesar disso, Pereira ressalta que o aeroporto tem um  bom atendimento. A cordialidade dos funcionários, inclusive, é um dos fatores que os passageiros melhor avaliam no aeroporto. Com nota 4,54, o tempo de fila da aduana é o indicador melhor avaliado pelos passageiros. Em seguida, a cordialidade dos funcionários do check-in (4,41), cordialidade dos funcionários da emigração (4,39), tempo de fila no check-in (4,39) e cordialidade dos funcionários da inspeção de segurança (4,38).

Passageiros elegem terminal de Curitiba como o melhor do país
A pesquisa foi realizada pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC) entre abril e junho deste ano e entrevistou 12.701 passageiros em áreas de embarque e desembarque dos 15 aeroportos brasileiros que concentram 80% da movimentação no país. O terminal de Curitiba (PR) foi considerado o melhor do país no segundo trimestre.

O aeródromo paranaense liderou 17 das 48 categorias de avaliação da qualidade, obtendo uma nota total de 4,43 pontos numa escala que vai de 1 a 5 pontos. Em segundo lugar no ranking da SAC aparece o aeroporto do Recife (4,33 pontos), seguido por Campinas, Brasília, Porto Alegre e Fortaleza.

De acordo com a pesquisa, Congonhas (SP) aparece em 7º lugar, com 4,17 pontos, à frente de Manaus, Santos Dumont (RJ), Natal e Confins (MG). Apesar de ter sido o aeroporto com a maior melhora de avaliação na comparação com o segundo trimestre do ano passado, com alta de 28,6% no resultado, o Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) aparece apenas na 13ª colocação, com 4,04 pontos.

*Correio da Bahia

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s