Jornalista é espancado até a morte por criticar jogador famoso no Azerbaijão

Um jornalista foi espancado até a morte no final de semana por criticar um popular jogador de futebol do Azerbaijão. Rasim Aliyev publicou em seu Facebook que Javid Huseynov, capitão do Gabala, não deveria mais disputar competições europeias depois de ter provocado a torcida do cipriota Apollon Limassol com uma bandeira da Turquia. O atleta também fez um gesto obsceno a um jornalista da ilha durante uma partida da fase eliminatória da Liga Europa.

Huseynov com a bandeira da Turquia (Foto: Reprodução)

A publicação recebeu vários comentários, incluindo xingamentos e críticas. Um homem que se identificou como primo do jogador ligou para Aliyev. inicialmente xingando e depois em tom de paz, chamando-o para um encontro no sábado. “Fui sozinho. Havia cinco ou seis deles e todos imediatamente pularam em mim e começaram a me bater”, relatou o jornalista depois.

Aliyev chegou a ser internado em um hospital, mas acabou morrendo em decorrência de uma hemorragia interna. O primo do jogador foi detido como suspeito pelo assassinato.

O Gabala emitiu nota lamentando o fato e afirmando que vai afastar Huseynov até que o caso seja esclarecido. O atleta também manifestou pesar e disse que não vai permitir que “ninguém mate por minha causa”.

O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, chamou o acontecimento de uma ameaça à liberdade.

*Correio da Bahia

Anúncios

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s